Social Media

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Social Media

Social Media

19 nov 2019
Seja o primeiro em comentar

As principais tendências das mídias sociais para 2020

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

As mudanças nas redes sociais são constantes e revolucionárias. Os profissionais de marketing digital precisam estar atentos às novidades para que as empresas não percam tráfego ou clientes. É por isso que você não pode perder as tendências das mídias sociais em 2020.

Índice do conteúdo:

Qual tecnologia estará entre as tendências de Social Media em 2020?

Inteligência artificial e Chatbots são os melhores amigos dos departamentos de Marketing, Vendas e Community Management. Essas novas tecnologias permitem automatizar uma infinidade de tarefas, otimizar campanhas de marketing, gerenciar dados com eficiência e melhorar a experiência dos usuários. É por isso que se espera que sejam grandes tendências de Social Media em 2020.

Inteligência artificial orientada ao usuário

O Professor Álvaro Lozano diz “Antes, a inteligência artificial era algo praticamente da ficção científica. Hoje é uma solução viável, fácil de implementar e acessível. Ser capaz de resolver automaticamente as dúvidas de um cliente em potencial por meio de um bate-papo e, paralelamente, acompanhar a conversa através da sua rede social preferida e também (como vendedores) ver o seu perfil do Linkedin para aprendar mais e orientá-lo melhor sobre a solução que precisa, considero uma grande vantagem competitiva.

De acordo com um estudo da Hootsuite, o crescimento dos chats excedeu as metas e, até 2020, mais de 85% das interações de atendimento ao cliente serão impulsionadas por robôs de IA.

Realidade aumentada e realidade virtual

A realidade aumentada e a realidade virtual se tornarão elementos-chave no marketing do futuro. A chegada do 5G parece indicar o momento em que, o que parecia ser um conceito de ficção científica se tornará algo tangível e no uso diário. Dispositivos como óculos 3D estarão entre os primeiros a implementar essa tecnologia. Para profissionais de marketing, isso significará um salto exponencial nas possibilidades do UX e valerá a pena ser um pioneiro no setor.

O vídeo continuará a ser uma tendência em 2020

O vídeo não perderá força nos próximos anos e continuará sendo uma das principais tendências de Social Media em 2020. O YouTube, que continua sendo a plataforma de referência para o consumo de conteúdo audiovisual, não para de crescer. Casualidade? Não acredito. Especialistas estimam que 80% do que consumimos online em breve será conteúdo de vídeo.

A professora Rosa Ayari já comentou: “Vídeo, vídeo e mais vídeo. Sim, como você pode ler, o uso do vídeo continuará a crescer. Esse tipo de conteúdo tornou-se preferido pelos usuários e as marcas terão que entrar no segmento se quiserem se destacar. Claro, com diferenciais que capturem a atenção do usuário.”

Mas por que agora e não antes? É claro que o vídeo sempre foi um formato atraente para os usuários, mas se considerarmos a qualidade da mídia há apenas alguns anos, o nível de produção de um vídeo era muito mais caro, hoje em dia qualquer pessoa com um smartphone normal e uma conta do Instagram pode fazer upload de conteúdo de qualidade.

Conteúdo efêmero e User-Generated Content

Não apenas o conteúdo audiovisual está na moda, mas parece que há um apelo especial para o tipo de conteúdo que desaparece após um certo tempo. É o chamado conteúdo efêmero. De acordo com o Entrepreneur, 200 milhões de usuários do Instagram usam histórias todos os meses e se tornaram uma ferramenta essencial para qualquer estratégia de marketing de mídia social.

O culto às celebridades influencers está diminuindo e o conteúdo gerado por usuários (pessoas comuns) está tomando seu lugar. Prevê-se que essa seja outra das principais tendências de mídia social em 2020. Os usuários não compram apenas produtos, mas também as experiências associadas a eles. Se você criar uma comunidade que se apaixona por seu público, atrairá mais usuários.

TikTok e outras redes sociais de nicho

As redes sociais de nicho estão ganhando importância, pois oferecem comunidades com aspectos comuns e personalização que atraem novos usuários. Essa também é a razão do crescimento das comunidades dentro das redes, como Woman who travel.

Os nichos podem fornecer conteúdo mais relevante e menos palha genérica, além de promover maior proximidade entre usuários, públicos e marcas. Eles têm o potencial de oferecer um ROI mais alto para as marcas e de ajudá-las a encontrar e interagir com públicos mais específicos para suas mensagens. O TikTok é a nova rede social da moda, aproximando-se cada vez mais do Instagram, com cerca de 750 milhões de usuários estimados.

O Social Commerce segue pisando firme

A professora Sonia Duro destaca a relevância do Social Commerce e nos conta como essa tendência do Social Media se refletirá em algumas redes em 2020:

  • Instagram: “Sem dúvida, seu reinado será imposto à medida que o ano avança. E veremos quanto tempo leva para derrubar sua irmã mais velha: o Facebook. Não acredito que muito. Cada vez mais me perguntam sobre como instalar o Instagram Shopping. Realmente teriamos muita vontade de comprar nesses canais!”
  • Facebook: “Paralelamente ao Instagram, a loja no Facebook está somando adeptos. As lojas online sabem que é um ótimo aliado para a venda de seus produtos. E o empurrão de sua irmãzinha fará com que some usuários a ela.”
  • Pinterest: “Permita-me me aventurar com esta rede social. Não tenho dados para dizer que irá melhorar, mas pensando no Social Commerce, não podemos esquecê-la. Se seu público e seu assunto se encaixam com o perfil de usuárias do Pinterest e além disso você possui um eCommerce, considere-o em sua estratégia.”
  • LinkedIn: “O Social Selling e o Employer Branding são dois modelos de vendas que as empresas têm mais em conta. Parece que a transformação digital está se abrindo espaço nelas e já estão cientes de sua relevância para as vendas, em um modelo de negócios B2B.”

A professora Rodríguez também destaca que a “operação dos eCommerce mudou desde que as redes sociais começaram a se tornar um canal de vendas. Não apenas indiretamente, graças aos influenciadores, mas explicitamente, graças a recursos como o oferecido pelo Instagram, que permite vincular produtos diretamente nas fotografias.

Outras redes, como o Facebook ou o Pinterest, também possuem recursos de comércio eletrônico: botões de compra, links e call to action, que favorecerão as compras sociais em 2020.

Essas plataformas também favorecem a visibilidade de pequenas marcas, que utilizam influencer para se tornarem conhecidas. Mais uma maneira de facilitar o acesso a uma comunidade social cheia de compradores em potencial.”

Priorize a personalização

Nós mesmos, sem saber, geramos grandes quantidades de dados enquanto navegamos na Internet ou nas redes sociais das quais as empresas aproveitam para personalizar cada oferta em detalhes.

Essa geração constante de dados permite realizar uma escuta social para conhecer as menções relacionadas com a marca por parte dos usuários e, dessa forma, gerenciar com mais eficiência o atendimento ao cliente e a gestão da reputação. Sem dúvida essa tendência será uma das que mais se desenvolverá durante o próximo ano.

Segundo o professor A. Lozano Estamos entrando em um mundo hiperconectado, no qual as pessoas não precisam mais fazer o mesmo esforço ou a mesma espera para realizar uma determinada tarefa. Estamos caminhando em direção a um horizonte digital em que, toda vez que nos aproximamos, tudo é muito mais fácil para nós. As redes sociais também evoluem e o fazem através desses desenvolvimentos inteligentes. Hoje já existem muitas empresas capazes de conectar as conversas dos clientes através da Web com as redes sociais, tudo personalizado e automatizado.”

Outras maneiras de personalizar seu conteúdo em Social Media

Estratégias como o local targeting ganharão força, pois são muito eficazes para atrair clientes da área em que a empresa se localiza. Parece também que priorizar a qualidade das mensagens em vez da quantidade nas campanhas será cada vez mais eficaz, para comunicar o conteúdo realmente relevante para o seu público. Especialmente nos casos de usuários que estão reduzindo o tempo gasto nas redes. Por fim, usar as redes sociais para fornecer atendimento ao cliente é outra das grandes tendências das mídias sociais em 2020.

Os usuários procuram confiança

96% dos profissionais de marketing acreditam que a personalização melhora a relação com o cliente. No entanto, isso também destaca a preocupação de muitos usuários por sua privacidade. Esta é uma questão que se torna cada vez mais importante após a crise de confiança que muitas redes sociais sofreram recentemente.

Para combater o problema, a transparência é essencial. É por isso que a autenticidade é uma das tendências das mídias sociais em 2020. Os usuários procuram marcas com as quais possam identificar e garantir uma certa segurança. Evitar fake news também é essencial para recuperar a confiança necessária.

Saúde mental se torna prioridade nas redes sociais

Está aumentando a conscientização sobre o impacto das redes sociais na saúde mental. O Instagram pode remover definitivamente as curtidas, o vício em mídias sociais já é uma aflição reconhecida e é por isso que #DigitalDetox se tornou uma tendência.

Os usuários estão cada vez mais alertas à toxicidade online e tomam as rédeas de seu bem-estar mental, reduzindo sua presença nas redes e, em muitos casos, até excluindo aplicativos no celular ou desativando suas contas.

Isso não precisa ser alarmante. Você pode usar o discurso de conscientização para alcançar seu público, como é o caso da Lush UK, que decidiu reduzir sua atividade nas redes para ouvir mais os usuários e dar voz a mais pessoas.

Você pode pensar nesse fenômeno como uma oportunidade de interagir com os usuários de outras maneiras, o que pode levar a um envolvimento mais ativo, substituindo likes impessoais por comentários.

Menos é mais: os micro-influenciadores estão em alta

Os micro-influenciadores é um nicho que está crescendo. Embora seus perfis tenham menos de 10.000 seguidores, eles têm muito peso como especialista em seu nicho. Isso ocorre porque os usuários valorizam cada vez mais o sentimento de comunidade e procuram se sentir relevantes, e não um em um milhão.

A professora Ayari , destaca que: “A quantidade já não é mais tão importante. Agora, as marcas estão procurando resultados realmente mensuráveis; agora que o número de seguidores não é mais relevante, agora se busca a qualidade dos seguidores e o ROI. As marcas buscarão influenciadores mais especializados e eficazes.” Investir em mais influencer com menos acompanhamento será uma das grandes tendências das mídias sociais em 2020.

O que quer a Geração Z?

A Geração Z e os Millenials são gerações que cresceram no mundo digital e, portanto, exigem inovação, criatividade, personalização, objetivo da marca e transparência.

Também são duas gerações muito conscientes dos problemas políticos, sociais e ambientais, portanto para que se comunique efetivamente com eles é necessário não cair em clichês e, obviamente, em técnicas comerciais.

Trabalhe com a autenticidade da sua marca e produza conteúdo de alta qualidade para conquistar sua fidelização. A grande vantagem que você tem para alcançá-los é que eles já passam muito tempo online, portanto, com as estratégias de marketing de mídia social, você já está trabalhando no campo certo.

Agora você está atualizado com as tendências das mídias sociais em 2020, mas se quiser se tornar um profissional especialista no setor, não pode perder a Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media. Esta é uma área em constante evolução, então aproveite e se apóie nas novas tendências do futuro.

Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media

Torne-se o especialista em Marketing Digital e Social Media que as empresas procuram

Tenho interesse!

Compartilhe e comente este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG