Social Media

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Social Media

Social Media

31 mar 2019
Seja o primeiro em comentar

Narrativa transmídia e storytelling: a arte de contar

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

Você começou a ler uma história em um post e continuou em um vídeo? Você contribuiu com sua ideia para continuar uma história de sucesso? Se você respondeu afirmativamente, você participou (talvez inconscientemente) de uma história baseada em narrativa transmídia.

Índice do conteúdo:

As empresas devem buscar alternativas para atrair usuários e contar histórias de maneira mais original. Ter boa narrativa é fundamental, mas também é importante incentivar o público a participar da criação de nossa própria história. Aqui a narrativa transmídia desempenha um papel decisivo. Nós contamos as razões…

A narrativa transmídia


A narrativa transmídia é uma técnica através da qual a história é desenvolvida ou dividida em diferentes plataformas para formar uma história coerente, ou seja, pode ser entendida como uma história contada em capítulos que estão em diferentes formatos: livro, post, spot, filme…

Seria suficiente contar uma história em um formato e usar outros meios para promovê-la ou construir uma comunidade? A resposta é não. O termo transmídia não se refere ao uso de vários meios como canais de difusão; trata-se de crescer e expandir uma história, acrescentando as partes únicas da narrativa expressas em cada meio.

Os usuários desempenham um papel decisivo no desenvolvimento da história. O objetivo da narrativa transmídia é envolver o público, para que os consumidores assumam um papel ativo nesse processo de expansão.

Contação de histórias e narrativa transmídia


A narrativa é uma estratégia  que consiste em criar uma história, a fim de informar, motivar, sabe opiniões, vender… Esta história não deve ser confundida com a atividade de falar sobre o que faz a nossa marca e o que nós oferecemos.

Quando usamos essa técnica, precisamos fornecer histórias valiosas que sejam interessantes para os usuários e que forneçam mais do que conteúdo corporativo. Com essa estratégia, pretendemos  criar emoções e um elo entre a empresa do usuário por  meio de uma narrativa que durará em sua memória de longo prazo.

Integrar a narrativa transmídia juntamente com a estratégia narrativa é possível e nos permite contribuir no início com o valor que queremos transmitir desde o início. Se direcionarmos nossa história com a técnica de contar histórias com nossos objetivos bem marcados, receberemos feedback dos clientes através da narrativa transmídia.

Os 8 princípios da narrativa transmídia


Uma vez que a definição foi descrita, entraremos em detalhes sobre as características da narrativa transmídia. Para fazer isso, vamos ver quais são os princípios básicos para construir uma boa história e ficarmos presos ao público. Jeff Gómez , especialista nessa técnica e diretor de vários projetos transmídia para a Coca-Cola e Disney, listou as oito chaves a seguir:

  • O conteúdo é criado por um ou vários visionários. Uma pessoa ou uma pequena equipe é responsável por criar a visão do projeto e é responsável por mantê-lo e protegê-lo. No caso de ser um grupo, devemos ter a presença de um coordenador para unificar as diferentes histórias que podem aparecer.
  • Transmídia desde o começo. A equipe deve pensar em transmidialidade desde quando começam a criar a história e a desenvolver o projeto. Embora muitas narrativas transmídia emergem após o sucesso inesperado de um determinado produto ou são formados a partir de feedback do usuário, temos que predefinir os seguintes passos possíveis para criar uma experiência transmídia com narrativa bem sucedida.
  • O conteúdo deve ser distribuído em pelo menos 3 plataformas. Para criar uma história transmídia, você precisa de pelo menos três mídias diferentes, que dão ao projeto mais variedade e criatividade.
  • O conteúdo é original e exclusivo para cada plataforma. A história que temos deve ser nova, original e específica para cada plataforma. Cada meio tem suas próprias características e você tem que saber como identificar o que funciona em cada um deles. Assim, cada plataforma deve oferecer aos usuários novos elementos da história, melhorar a ação ou introduzir novos personagens.
  • O conteúdo mostra uma visão única do mundo narrativo. “Uma história, um mundo, muitas plataformas”. Ligado ao primeiro princípio, em toda narrativa transmídia temos uma visão compartilhada por vários meios. O papel do coordenador é essencial para unificar essa visão no mesmo mundo narrativo.
  • Evite divisões ou inconsistências no mundo da narrativa. Já vimos a importância de centralizar diferentes percepções em uma única visão. Embora o coordenador seja responsável por isso, devemos prestar atenção às comunidades externas, como os fãs. Embora estes possam nos ajudar a encontrar alguma contradição ou erro em nosso mundo narrativo, devemos ter cuidado, porque eles podem acabar destruindo ou desviando a linha de argumentação criada.
  • Integre todos os atores do processo. O sucesso de uma história transmídia não depende apenas da equipe que desenvolve a ideia. Outros atores intervêm no processo, como produção, patrocínio ou distribuição. Devemos fazer um esforço para unificar todos os atores verticalmente, para que eles compartilhem o mesmo objetivo e a mesma visão.
  • Participação de usuários. Este último princípio é fundamental. O papel do público na narrativa transmídia é bastante ativo, o que deve incentivá-los a participar e dar espaço próprio para interagir e fornecer comentários e ideias.

Narrativa transmídia e gamificação


É um dos termos mais falados hoje. A gamificação estourou, não apenas como uma estratégia de marketing, mas como uma técnica para aplicação em vários campos, tais como recursos humanos, educação, saúde, etc. A implementação da mecânica recreativa em contextos não relacionados com o jogo envolve uma maior participação usuários, precisamente um dos objetivos da narrativa transmídia. Mas o que eles têm em comum?

Se você olhar, é sobre os quatro aspectos básicos para criar uma experiência memorável: plataformas, estética, uma boa história e tomada de decisão pelos usuários. Assim, tanto a narrativa transmídia quanto a gamificação compartilham seu interesse em criar uma boa história, usando diferentes mídias e promovendo um papel mais ativo para os usuários.

Se você quiser alcançar seu público de uma maneira mais original, a gamificação e a narrativa transmídia podem ajudá-lo, por exemplo. É preciso ser um profissional atento às tendências e fazer uma boa estratégia no marketing digital. Como? A Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media vai te ajudar a ser este profissional!

Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media

Construa mensagens que transformam a estratégia da sua empresa

Quer saber mais!

Compartilhe e comente este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG