Digital Business

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Digital Business

Digital Business

12 ago 2021
Seja o primeiro em comentar

O que é escalabilidade e como implementá-la em sua empresa ou startup

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

Empresas e startups nascem com vocação para o crescimento. É disso que se trata a escalabilidade de um negócio: pensar grande, querer expandir um negócio e uma ideia. Para isso, é necessário o conhecimento adequado para o desenvolvimento de estratégias adequadas. Portanto, neste artigo explicamos o que é e como aumentar a escalabilidade em uma startup. Quer saber mais? Continue lendo!

Você pode estar interessado em: MBA em Digital Business

O que é escalabilidade em uma startup?

Para começar, vamos entender o que é a escalabilidade em uma startup. O termo escalabilidade em si é uma palavra que se espalhou muito nos últimos anos e que define a capacidade de uma empresa para multiplicar sua renda sem gastar dinheiro, algo que parece um pouco difícil, já que prever um aumento na renda sem gastar um único centavo é o sonho de todo empreendedor.

Após o lançamento de um produto de sucesso e a captura de um primeiro mercado, as empresas devem se perguntar quais novas soluções devem ser incluídas no portfólio, quais investimentos em P&D devem ser feitos, quais novos mercados a serem direcionados e qual política de parceria seria a mais ideal com o objetivo de crescer em lucros e relevância.

O plano de escalabilidade, que afeta absolutamente todas as áreas da empresa, é um elemento-chave para maximizar a valorização da empresa para o sucesso, especialmente quando possui um fundo de capital de risco.

Em suma, por escalabilidade, nos referimos a uma situação em que uma empresa ou startup pode multiplicar sua receita com um custo incremental mínimo. Para uma startup que vende produtos, como aquela que trabalha com produtos digitais, o potencial de ganho só é limitado pelo número de clientes que estão dispostos a pagar por ele. Assim, você pode criar quantas cópias quiser do produto digital.

No entanto, no caso das startups de serviço, você só pode vender uma quantidade limitada por dia, pois cada uma requer suporte especializado ao cliente, tornando muito mais difícil para elas escalarem.

Como implementar a escalabilidade em uma empresa ou startup

A verdadeira escalabilidade de uma startup permite a expansão e o crescimento da receita, minimizando o aumento de custos. Mesmo que você não esteja preparado para crescer agora, há coisas que você pode fazer para se preparar para o crescimento escalável e o sucesso. Por exemplo:

1. Construa uma base sólida

Se um negócio é pequeno, é o momento perfeito para investir o tempo e o dinheiro necessários em sistemas que tornam a empresa muito maior. Ter sistemas sólidos, como um CRM ou um bom software de comércio eletrônico, pode ajudar a economizar tempo e a concentrar esforços em outros problemas. A automação é, além de uma tendência que continuará aumentando, a principal aliada das pequenas e médias empresas que buscam crescer.

2. Concentre-se em um modelo de negócio escalável

Nos primeiros dias pode ser tentador ir para a solução rápida (ou barata). Dinheiro, tempo e experiência podem ser escassos e investir em soluções básicas que não requerem um grande investimento financeiro ou curva de aprendizado pode parecer a solução mais inteligente. É melhor evitar opções baratas e inadequadas e pensar com antecedência sobre o que será melhor para o negócio no futuro.

3. Adote o planejamento estratégico

O planejamento estratégico é o elo entre uma grande ideia e o verdadeiro sucesso e crescimento. Isso requer atenção contínua aos detalhes e um investimento de tempo. Conhecer o negócio por dentro e por fora pode prepará-lo para enfrentar desafios e oportunidades escaláveis.

4. Foco em pontos fortes

Focar em pontos fortes e contratar ou terceirizar o restante das tarefas associadas à gestão do negócio é essencial para a escalabilidade de um negócio. Os proprietários de empresas escaláveis são especialistas em alavancar recursos externos.

5. Comece uma ideia escalável

Investidores gostam de ideias baseadas em pesquisas de mercado de especialistas externos, como a Gartner Research, que proclamam uma oportunidade bilionária com uma taxa de crescimento de dois dígitos. Nestes tipos de casos, eles são muito mais propensos a serem escaláveis e invertíveis. Crie um plano e modelo de negócio que seja atraente para os investidores. É difícil construir e desenvolver a escalabilidade de um negócio com produtos gratuitos e de alto suporte. Além disso, as empresas escaláveis têm margens altas (mais de 50%), pouco apoio e pessoal mínimo.

6. Use um produto mínimo viável (MVP) para validar o modelo

Nenhum produto, mesmo com uma grande oportunidade, pode ser levado adiante até que possa ser provado que funciona. Tenha modelos pivotantes com clientes reais antes de pedir dinheiro aos investidores e forme uma equipe forte para trabalhar neles. A chave é provar que você tem e pode continuar a contratar as pessoas certas para executar o negócio em escala. Tenha em mente que os empreendedores, se fizerem certo, nunca terceirizam sua competência principal ou dependem de propriedade intelectual que não lhes pertence. Eles também não tentam fazer tudo internamente, já que aumentar a experiência que eles precisam é demorado e caro.

7. O dimensionamento requer o uso de recursos externos

Concentre-se em marketing e canais indiretos para passar a mensagem rapidamente. O marketing direto geralmente não é escalável, especialmente em produtos de baixo custo e de alto volume. Hoje em dia, é preciso muito marketing e publicidade para tornar seu lançamento visível e escalável em meio à avalanche de informações de todas as fontes para todos os clientes.

8. Defina um negócio de melhoria aberta e contínua

Não tente resolver todos os problemas do cliente ao mesmo tempo, melhor criar uma estratégia e um plano que mostra inovação contínua e leve soluções complementares de acompanhamento no futuro.

Exemplos de escalabilidade de negócios

A escalabilidade pode ajudar a visualizar um negócio como um só, com custos de um lado e receita do outro. Um negócio tradicional de crescimento é adicionado aos dois lados da escala proporcionalmente, embora o objetivo seja que os lucros excedam a receita.

Este modelo linear pode ser lento e metódico, mas muitos proprietários de pequenas empresas o consideram confiável.

Com um modelo focado na escalabilidade de startups, o resultado final não está nem perto. A receita em um negócio escalável excede rapidamente as despesas. Na verdade, a receita é tão rápida que você poderia dizer que a escala é sobre adicionar receita a uma taxa exponencial, ao mesmo tempo em que adiciona recursos a uma taxa incremental. Como diz a Forbes, “a expansão significa que uma empresa tem o potencial de multiplicar a receita com um custo incremental mínimo”. Dessa forma, agora, segundo a Entrepreneur, as empresas escaláveis “não são sobrecarregadas” pela mesma relação entre receita e custos que definem modelos lineares.

“Em vez disso, à medida que as vendas aumentam, os custos permanecem estáveis, permitindo níveis mais elevados de lucro ao longo do tempo. Empresas com alta escalabilidade crescem com menores exigências de capital, tornando-as mais eficientes e atraentes para os investidores iniciais.”

Além do Airbnb ou de empresas conhecidas como Spotify, Linkedin, Netflix ou Amazon, há ótimos exemplos de startups espanholas que conseguiram pular na escalabilidade e conseguiram se posicionar de forma equilibrada entre o público e os investidores. Wallapop, Glovo, eDreams, Cabify e Idealista, por exemplo, atingiram valores superiores a 1.000 milhões de dólares.

Escalabilidade em empresas de tecnologia

As empresas de tecnologia praticamente elevaram o modelo de negócio escalável a uma forma de arte. Considere o Google, que demonstrou claramente esse conceito adicionando clientes em um ritmo rápido, adicionando muito poucos recursos adicionais para atender esses clientes. É por isso que eles foram capazes de aumentar sua margem em um ritmo rápido em apenas alguns anos.

Também podemos falar sobre a Microsoft, cujos custos iniciais para desenvolver uma plataforma de publicidade ou sistema operacional eram altos para que, uma vez no mercado, eles pudessem inscrever usuários ou vender muitas cópias do software com aumentos de custos relativamente mínimos.

Segundo a Investopedia, essas empresas de tecnologia compartilham outra característica comum que facilita a escalabilidade. Eles têm baixas despesas operacionais e pouca ou nenhuma carga de armazenamento e inventário, e não precisam de muitos recursos ou infraestrutura para crescer rapidamente.

O que achou deste artigo sobre escalabilidade em startups? Deixe seus comentários e compartilhe!

Por fim, se você quer criar o seu próprio negócio e não sabe como fazê-lo ou se já tem uma startup e quer promovê-la, não perca o MBA em Digital Business, onde você aprenderá os segredos para alcançar todos os seus objetivos. Estamos esperando por você!

MBA em Digital Business

Empreenda com garantias de sucesso e saiba como escalar seu negócio digital!

Quero conhecer!

Compartilhe e comente este post!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG