Marketing Digital

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Marketing Digital

Marketing Digital

20 set 2021
1 comentarios

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

O SEO tornou-se uma bíblia para quem sabe da importância de posicionar seu site na venda de seus produtos ou serviços. Ferramenta chave para garantir a visibilidade e o reconhecimento de uma marca, existem muitas tendências que partem da otimização do mecanismo de busca.

Entre as muitas técnicas de otimização que podemos trabalhar para melhorar o tráfego e a presença de um negócio na rede, propor uma estratégia de Linkbuilding através do uso de backlinks é uma das decisões mais inteligentes que podemos tomar. Não sabe do que estamos falando? Continue lendo e tire todas as suas dúvidas!

O que é um backlink

Um backlink é um link em um site externo à nossa página que redireciona para ele. É a maneira ideal para uma marca ganhar autoridade, já que tanto o Google quanto outros mecanismos de busca relevantes consideram que o fato de muitas páginas da web apontarem para ela é um sinal de que é um site com alguma importância, o que afeta o ranking orgânico desses mecanismos de busca, que mostrará suas publicações em melhores posições quando terceiros buscarem sobre você.

Imagine que você deseja posicionar uma loja online de suplementos esportivos. Se você quisesse que mídias como ‘Marca’ ou ‘Men’s Health’ colocassem um link para o seu site, a consideração que o Google teria de você aumentaria consideravelmente da noite para o dia. O mesmo que se fosse responsável por um novo restaurante no centro de Madrid e o blog ‘El Comidista’, dirigido pelo popular jornalista Mikel López Iturriaga dentro do ‘El País’, publicasse uma crítica sobre o seu negócio com um link para qualquer uma das seções de sua página.

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding - superfície JK7OGT8s63o unsplash 1024x683

Por que os backlinks são importantes

Cada link externo publicado no site de terceiros que aponta para o seu projeto é uma indicação de quão valioso, confiável e útil seu conteúdo é para mecanismos de busca como o Google. Pense neles como votos de confiança. Portanto, quanto mais backlinks tivermos, melhores posições alcançaremos nos mecanismos de busca.

Embora o algoritmo do Google esteja em constante mudança, a verdade é que os backlinks foram a base do algoritmo original do popular mecanismo de busca, conhecido como PageRank. Embora este algoritmo, como dissemos, não pare de atualizar, no caso de backlinks sua influência em termos de classificação em seus resultados de pesquisa ainda é decisiva.

Quando falamos em backlinks, falamos, basicamente, de um dos aspectos fundamentais das estratégias de SEO aliado à qualidade do conteúdo que publicamos. Quer se trate de um projeto recém-chegado ou se a nossa presença na web já existe há vários anos, é importante ter uma quantidade significativa de backlinks que apoiem a nossa atividade. Isso aumentará nosso alcance e a confiança de nosso público-alvo, que verá o reconhecimento de outros sites e do Google como um fator determinante ao apostar em nossos produtos e serviços.

Tipos de backlinks

Quanto à classificação de backlinks, é possível diferenciar até quatro categorias desse tipo de links. É importante ser claro sobre suas diferenças para que possamos identificá-las corretamente, trabalhar nos tipos que melhor nos convém e entender como elas se distinguem umas das outras. Vamos a isso!

Links dofollow

Esses são os links externos mais comuns, que já indicam ao Google que as páginas para as quais são direcionadas são confiáveis, o que se traduz em uma tomada de autoridade para esse site.

É claro que a desvantagem é que, enquanto a autoridade das páginas para as quais é apontada aumenta, a autoridade do site em que estão inseridos geralmente diminui, especialmente se eles vêm de lugares com pouca relevância que podem abusar dessa estratégia com o objetivo de conseguir uma troca para melhorar sua presença. Eles são benéficos, especialmente quando vêm de sites com grandes públicos ou reconhecimento.

Quanto mais links dofollow apontando para o nosso site, mais confiança os mecanismos de busca terão em nosso site em geral. São os links convencionais, que ao nível do código HTML não exigem nenhum tipo de distinção, algo que acontece com links nofollow.

Links nofollow

São links que exigem especificações no código HTML, onde são distinguidos com o comando rel=”nofollow”, o que indica ao Google que estes são links que não devem ser engatinhados e que, portanto, não devem ser levados em conta para aumentar sua autoridade.

Criado especialmente para evitar SPAM, com eles, o impacto no posicionamento é insignificante ou diretamente nulo. São links que geram tráfego e que podem nos ajudar a conseguir clientes, para que eles tenham seus benefícios, mas que não geram impacto no posicionamento do nosso site e, portanto, nas páginas de resultados do Google.

Até setembro de 2019, os links nofollow incluíam os links gerados pelos usuários em um site e aqueles que foram gerados de forma patrocinada, mas é nesse momento que dois novos atributos aparecem que dão origem a dois novos tipos de backlinks.

UGC Links

Usando o atributo rel=”ugc”, esse tipo de link (conteúdo gerado pelo usuário) define os links criados pelos usuários dentro de uma página da Web. São geralmente inseridos em fóruns ou nos comentários de um post no blog, que o Google consegue identificar como links criados de forma colaborativa por aqueles que visitam um site.

São links que podem ser categorizados como nofollow se não quisermos que eles sejam seguidos, e podem ser usados em combinação com as duas categorias de links acima.

Links Patrocinados

São esses links que podemos identificar pelo atributo rel=”patrocinado”, o que indica que são links pagos após um acordo de colaboração.

Na verdade, o Google é capaz de identificar se um link foi contratado, algo que pode significar penalidades em questões de SEO para o nosso site. É por isso que é importante que sempre que os links são comprados, esse atributo seja usado para evitar que o SEO off-page de um site acabe sendo afetado.

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding - Backlinks Atributos 734x1024
Fonte da imagem: MOZ

O que é Linkbuilding

Linkbuilding é uma estratégia fundamental de SEO ao posicionar um site. O principal objetivo das estratégias de Linkbuilding é aumentar a autoridade de um domínio ou página, gerando links direcionados a ele.

Os algoritmos da maioria dos mecanismos de busca são baseados em SEO on-page e fatores SEO off-page ao posicionar um site. Esses são responsáveis pelo uso de links internos, ou seja, esses links direcionados diretamente ao nosso site e backlinks.

No entanto, encontramos outros fatores que também influenciam o posicionamento, como o texto âncora do link, bem como os links dofollow e nofollow, menções de marca e links gerados nas redes sociais.

Estratégias de Linkbuilding

No final, o propósito de realizar esse tipo de estratégia baseia-se no fato de que, ao fazer uma pesquisa, a maioria das pessoas só olha para os primeiros resultados que aparecem no motor de busca. Portanto, nosso objetivo ao se posicionar é aparecer na primeira página, já que o usuário não consegue ver a segunda página de resultados, muito menos os subsequentes.

Quando executamos estratégias de Linkbuilding, fazemos isso para posicionar nosso site através da geração de links. Mas o que nos interessa mais, escrever posts em outros blogs com um link direto para o nosso site ou colocar um link em um post de terceiros? Isso vai depender de cada um e do que esperamos alcançar com esses elos.

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding - john schnobrich FlPc9 VocJ4 unplash 1024x683

Abaixo, mostramos diferentes práticas que você pode realizar para alcançar estratégias eficazes de Linkbuilding.

Guest Blogging

A maioria dos sites tem um espaço onde compartilham conteúdo relacionado a seus produtos e serviços. Desta forma, eles procuram se destacar dos demais. Muitos deles admitem postagens de colaboradores de fora da empresa para alcançar prestígio e se posicionar como uma empresa referência no setor.

Mas não vale a pena escrever nenhum post e tentar esgueirar-se para o primeiro site que vemos. O objetivo do Guest Blogging é obter artigos e links de qualidade. Por isso, é importante realizar uma pesquisa por temas, ou seja, para saber quais blogs se encaixam em nossa atividade. Assim que a investigação for concluída, tentaremos chegar a um acordo com eles.

Existem ferramentas como Semrush, Ahrefs ou Majestic que nos permitem ter uma visão aproximada da autoridade ou popularidade (o equivalente ao PageRank) do site em questão. Quanto maior for, mais teremos interesse em ter um post ou um link nele.

Linkbaiting

A técnica de linkbaiting tem a ver com a atração de links organicamente, criando conteúdo de grande valor. O mecanismo é simples: você quer garantir que seu site esteja no topo dos mecanismos de busca? Ofereça conteúdo de qualidade que agrega valor aos usuários!

O conteúdo pode ser tutoriais, infográficos, soluções para problemas, guias de usuário… A única condição é que seja um material original, relevante e novo. O importante sobre o linkbaiting é fazer com que um grande número de usuários se conecte ao conteúdo em nosso site porque eles acharam interessante. Dessa forma, fazemos com que eles nos compartilhem e, portanto, aumentamos nossa visibilidade e posicionamento.

Social Linkbuilding

Social Linkbuilding é todas as estratégias ou táticas que são executadas nas redes sociais para trazer o tráfego para uma página web. Sem dúvida, estar presente nessas plataformas é essencial para garantir nossa visibilidade. Mas só terá um impacto positivo no posicionamento se for feito corretamente. Não vale a pena estar presente em todas as redes sociais, muito menos publicar pouco conteúdo valioso. O que devemos fazer é realizar um estudo para ver quais redes são mais adequadas para o nosso negócio.

As redes são o lugar perfeito para compartilhar qualquer tipo de conteúdo e obter interação dos usuários. Portanto, será um fator-chave na hora de garantir o posicionamento orgânico do nosso site.

Atenção aos links

É importante garantir que todas as empresas ou meios de comunicação que nos mencionam também nos linkem. Caso não ocorra, recomendamos entrar em contato com a empresa ou pessoa e tentar conseguir o link. Isso sem dúvida ajudará no posicionamento do nosso site.

Em outras ocasiões encontramos o caso oposto: páginas de má qualidade ou com baixo nível de autoridade e até mesmo considerada SPAM nos linkarem. É evidente que ter um link nessas páginas não nos traz nada e que pode – até mesmo – prejudicar nosso posicionamento. Portanto, o que podemos fazer é contatá-los para remover o link em questão.

Links profundos

Outra estratégia chave de construção de links é usar links profundos (deep links) para as páginas internas do seu site com as palavras-chave desejadas. Não é uma boa ideia concentrar todos os seus esforços de linkbuilding em sua página inicial. Você também deve fazê-lo nas outras páginas relevantes do seu site.

A vinculação em profundidade também ajudará as páginas antigas do seu site. É por isso que os mecanismos de busca são notificados sobre essas páginas e fazê-los pensar que ainda são relevantes. Dessa forma, os benefícios nos resultados da pesquisa aumentarão.

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding - christian wiediger zhZydTyNMPg unsplash 1024x683

Dicas de Linkbuilding

Ao implementar uma estratégia de Linkbuilding, você pode cair em erros comuns. Abaixo, explicamos cinco dicas que você deve levar em conta para realizar estratégias bem sucedidas.

1. Priorize a qualidade sobre a quantidade

No passado, quanto mais links de entrada uma página recebida, melhor era. Atualmente, não é que um bom link valha mais de cem ruins, é que cem ruins acabam prejudicando a popularidade da web. Obter apenas bons links não é mais opcional.

Procurar quantidade antes da qualidade pode significar que, se apostarmos na mesma âncora, ela se traduz em um Link-Bomb que nos prejudica.

2. Escolha bem os meios

Muitos dos meios que foram usados antes não funcionam mais. E com isso queremos dizer diretórios de links, diretórios de publicação de artigos, marcadores e outros meios de publicação automática ou semiautomática que não contenham seu próprio conteúdo. Extrema cautela deve ser exercida a este respeito!

Também é importante que tenhamos em mente que, se nosso projeto estiver em execução há alguns anos, é muito provável que tenhamos um grande número desses tipos de links e devemos removê-los como parte de nossas estratégias de Linkbuilding.

3. Cuide do formato do link e da naturalidade das âncoras

Anos atrás, uma técnica amplamente utilizada era tirar um tema do WordPress e colocar no rodapé os links com as âncoras desejadas. Isso, hoje, não é recomendado para posicionamento de SEO, nem deve fazê-lo em sua estratégia linkbuilding. Hoje em dia o que funciona são os links localizados dentro do conteúdo, com contexto relacionado e recursos de SMO (Otimização de Mídias Sociais) que facilitam a viralização dos conteúdos e o link nas redes sociais.

variabilidade nas âncoras também é um fator importante que nos impedirá de incorporar maciçamente as palavras-chave alvo e, portanto, evitar o link-bomb. Se hoje você usa “vendas de cozinha”, amanhã você usa “cozinhas à venda”. Isso fará com que os mecanismos de pesquisa confiem em você, pois usando diferentes sinônimos, você não será visto como um site de SPAM que sempre usa as mesmas palavras para obter bons resultados sem realmente oferecer qualquer tipo de conteúdo de qualidade.

4. Trabalhe em seus infográficos

Embora os infográficos sejam perfeitos para a obtenção de links web e menções sociais, estes devem ser acompanhados por textos relacionados e independentes por cada meio. Dessa forma, evitaremos receber um grande número de links sem contexto relacionado, algo negativo que deve ser levado em conta, mesmo que envolvam uma carga de trabalho maior.

5. Pense em branding

O SEO, e também as estratégias de Linkbuilding, devem ser orientados para gerar branding. Para isso, é necessário desenvolver conteúdo positivo sobre a marca e integrá-los ao texto âncora dos links.

Hoje em dia, para alcançar um impacto positivo no aumento do SEO orgânico, também é muito importante levar em conta as menções sociais, a visibilidade que a marca alcança nas redes e links compartilhados. Já dissemos isso antes e reiteramos: é essencial que nossas estratégias de Linkbuilding incluam ações nas redes sociais.

Como fazer boas estratégias de Linkbuilding - adem ay Tk9m HP4rgQ unsplash 1024x683

O que você achou deste artigo sobre estratégias de linkbuilding? Deixe seus comentários e compartilhe!

Capturar tráfego qualificado e receber visitas, vendas ou leads tornou-se uma das funções mais decisivas em qualquer empresa que tenha presença em mídia digital. Se você não quer ficar para trás e quer aprender a fazer estratégias de posicionamento eficazes, inscreva-se em nosso MBA em Marketing Digital onde vamos ensiná-lo a atrair e direcionar o público, transformando sua visão do setor e os resultados de todos os seus clientes.

MBA em Marketing Digital

Saiba como gerar uma boa presença na internet, aproveitando todo o potencial do mundo digital

Tenho interesse!

Compartilhe e comente este post!

One thought on “Como fazer boas estratégias de Linkbuilding”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG