Marketing Digital

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Marketing Digital

Marketing Digital

30 abr 2020
Seja o primeiro em comentar

5 erros em Webdesign que você deve evitar para aumentar a conversão

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

Especialista em otimização de sites (SEO) e desenvolvimento de sites em WordPress na UpSites. Apaixonado por novas tecnologias e pelo desafio de criar soluções na internet que conectem pessoas e objetivos.

O Web Design é focado não apenas em melhorar um site e seu valor estético. Se você está ansioso para vender produtos, conquistar leitores e ter sucesso, o motivo completo da presença do seu site é aumentar a conversão.

Alguns componentes que tornam seu site esteticamente agradável também podem reduzir suas taxas de conversão e ajudar a torná-lo mais rápido, como por exemplo, a escolha certa das imagens. Por esse motivo, entender o que está fazendo errado e fazer redesign de site, caso seja necessário, é muito importante para o seu negócio. 

Aqui você pode conferir os cinco erros de Web Design que estão diminuindo suas taxas de conversão!

O que são elementos de Webdesign?

No contexto deste artigo, um elemento de Webdesign é qualquer coisa que um usuário vê ou pode interagir com uma página da web. Essa definição é ampla, porque é importante pensar fora da caixa ao otimizar seu site. Algumas coisas a considerar são:

  • Botões
  • Menus
  • Imagens
  • Espaço negativo ou em branco
  • Cores
  • Texturas e etc.

Pode ser assustador ajustar um site para atender às metas de aumentar a conversão. Mas é uma obrigação. Quando você acertar, as pessoas ficarão empolgadas com a leitura do seu conteúdo, a inscrição no seu site e o pagamento pelos seus produtos.

Tudo, desde as cores usadas até a forma como são colocadas na página, pode afetar a percepção do visitante sobre sua marca.

Erros que atrapalham a conversão

1. Uso errado das cores no CTA

O design do Call To Action (CTA) é um aspecto importantíssimo para gerar cliques e direcionar o leitor para realizar a ação proposta por você. Embora muitos pensem que é uma mera questão visual, a verdade é que a forma como você constrói o botão pode fazer muita diferença no resultado da conversão.

A cor dos CTAs é um dos fatores relevantes a serem considerados ao criar páginas da web, já que pode atrair (ou não) vários usuários. Mas qual é a cor adequada para a marca?

É importante que os CTAs criem um senso de urgência para obter mais resultados. Tudo isso é sobre fazer o usuário clicar. É por isso que os CTAs geralmente incluem pontos de exclamação ou pontos de interrogação.

Além disso, cada público reage de maneira diferente ao mesmo CTA. Daí a importância de definir corretamente o público com o qual você deseja falar. Ter mais dados permite verificar qual é o melhor CTA.

Por exemplo, estudos mostraram que pessoas mais impulsivas reagem melhor a cores como azul, laranja ou preto.

Em vez disso, recomenda-se que, se o público preferir preços e ofertas baixos, tons como azul e verde devem ser usados.

As marcas precisam entender que, às vezes, os usuários não agem como pensam. O Hubspot experimentou para descobrir qual cor de CTA funcionava melhor no botão. O site inseriu três botões: verde, amarelo e vermelho. Como um semáforo.

A empresa pensou que os usuários associariam essa combinação a sinais de trânsito, de modo que a seleção fosse verde. Claramente o vermelho obteve 21% mais conversões.

As marcas precisam ativar várias opções para determinar qual gera os melhores resultados. Mas elas podem usar alguns conselhos de psicologia das cores para aumentar a conversão.

Cores no Webdesign

Análises recentes sobre como as cores afetam a taxa de conversão, indicam que:

  • Os anúncios coloridos são reconhecidos 26% a mais pelos consumidores.
  • A cor aumenta o reconhecimento da marca para 80% dos consumidores.
  • Os homens preferem cores como azul, verde e preto. Eles não gostam de marrom, laranja e vermelho.
  • As mulheres preferem cores como azul, vermelho e verde. Elas não gostam de marrom, laranja e cinza.

A cor do CTA deve contrastar as cores da página. Não é recomendável que o botão tenha a mesma cor de fundo.

Além disso, a cor deve ser forte e sólida. Essas cores estimulam uma reação dos consumidores.

É importante não esquecer que o texto do botão deve contrastar com o fundo. Trata-se de garantir que o texto seja compreensível e chame atenção.

Por fim, as marcas não devem esquecer que os CTAs dependem de muitos outros fatores. A cor do CTA ajuda a marca a aumentar a percepção, mas são os usuários que decidem.

2. Botões muito pequenos ou muito longos

Um botão CTA não é um texto ou um conteúdo, mas um símbolo gráfico, geralmente representado por um botão que, contendo um texto breve, deve ser clicado. Esse símbolo deve ser grande o suficiente para ser percebido, ainda mais em dispositivos móveis.

Ao mesmo tempo, no entanto, um botão que contém um CTA não deve ser excessivamente grande ou ocupará espaço no conteúdo que o acompanha. Pior, poderia ser confundido com um banner de publicidade e, portanto, descartado.

Os tamanhos mais comuns são: pequeno, médio e grande. Você pode também adicionar os tamanhos extra pequeno e extra grande se for necessário.

3. Fonte do CTA

A escrita que aparece sobrescrita no botão CTA, deve ser claramente legível e, portanto, feita com uma fonte clara e com um tamanho adequado. É bom, portanto, evitar personagens que, embora sejam esteticamente atraentes, correm o risco de serem difíceis de ler. 

Este é um discurso que também se aplica ao tamanho dos caracteres, que não devem ser muito grandes para não exceder o botão, mas não muitos, ou eles se perderão.

4. Não deixar espaço em branco entre os elementos

O espaço em branco (também chamado de espaço negativo) oferece aos elementos do site espaço para “respirar” visualmente. Se você agrupar itens muito próximos, corre o risco de sobrecarregar os visitantes.

Espaço positivo é o espaço que contém todos os elementos em seu site, enquanto espaço negativo é todo o espaço vazio no meio.

Apesar do nome, o espaço negativo é realmente uma coisa positiva no web design; sem ele, seu site seria ilegível e inutilizável.

O espaço negativo não se refere apenas ao espaço entre os elementos maiores da sua página, como o espaço entre o cabeçalho e o conteúdo ou o espaço entre a barra lateral e o conteúdo. Também se refere ao espaço entre todos os elementos menores da página, como o espaço entre parágrafos, o espaço entre as linhas de texto e até o espaço entre as letras.

Prestar atenção a todas as formas de espaço negativo em seu site serve para manter tudo legível, verificável (muito importante, porque é assim que as pessoas leem sites) e fácil aos olhos. E, claro, tudo isso leva a aumentar a conversão.

Dicas para usar o espaço negativo para aumentar a conversão

  • Quanto menor a fonte, mais espaço você precisa entre as letras.
  • A altura da sua linha (define o espaço acima e abaixo das linhas de texto) deve ser aproximadamente 150% do tamanho da fonte para a cópia do corpo.
  • No entanto, fontes menores precisam de alturas de linha mais generosas.
  • Divida grandes blocos de texto em parágrafos menores para aumentar o espaço negativo entre eles e tornar as postagens do seu blog mais legíveis.
  • Adicione espaço em branco entre os elementos maiores do site (barra lateral, cabeçalho, corpo, rodapé etc.) usando amplas margens e preenchimento.

5. Imagens de baixa qualidade

Se há algo que realmente pode aumentar a conversão, são as imagens de alta qualidade.

A Bright Local descobriu que 60% dos consumidores estão mais dispostos a considerar os resultados de pesquisa que incluem imagens, e outros 23% têm mais chances de entrar em contato com uma empresa que exibe uma imagem. Especificamente, você deve evitar o uso de fotos sem vida, irrelevantes e sem graça.

Portanto, em vez de usar imagens sem graça, obtenha fotos de alta qualidade que desenvolvam associações positivas com o conteúdo e que sejam pessoais. Lembre-se: as pessoas gostam de marcas que consideram semelhantes a si mesmas. Se suas imagens forem muito “abafadas” ou “corporativas”, você afastará seus visitantes.

Use rostos para aumentar a familiaridade

As pessoas adoram rostos humanos. Quando vemos um rosto, somos automaticamente acionados a sentir algo ou a simpatizar com essa pessoa. Se reconhecermos o conteúdo de um site como um problema, dilema, hábito ou qualquer outra coisa, nos sentiremos conectados.

Certifique-se de incorporar rostos em seus artigos, estudos de caso e depoimentos, páginas de inscrição e Landing Pages para aumentar a conversão.

No entanto, se você não é o rosto da sua marca, ainda pode usar rostos no seu site contratando modelos ou usando fotos de banco de dados. Apenas verifique se os rostos que você escolhe representam sua marca com precisão, para que o usuário possa se relacionar com o rosto.

Conclusão

O Webdesign está sempre evoluindo. O que funciona bem hoje pode não atingir a marca amanhã. Este artigo passou por cinco elementos que você deve otimizar para qualquer design e aumentar a conversão.

Em um mundo repleto de golpes e spams, as pessoas não são apenas cuidadosas com quem fornecem os detalhes do cartão de crédito, elas também são cuidadosas com quem fornecem seu endereço de email.

Se as pessoas não confiarem em você, os hacks de otimização de conversão não farão muita diferença. É por isso que além dessas dicas, você deve também melhorar o fator confiança! No final, seu site poderá converter um grande número de visitantes e ajudá-lo a atingir seus objetivos.

Se você está interessado em melhorar o seu website utilizando as ferramentas de análise, recomendamos que você participe do Master em Marketing Digital e Web Analytics da IEBS. Desta forma, você mesmo poderá gerenciar seu website e garantir os resultados desejados.

Master em Marketing Digital e Web Analytics

Seja o especialista em Marketing Digital que utiliza métricas para melhorar resultados

Tenho interesse!

Compartilhe e comente este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG