Marketing Digital

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Marketing Digital

Marketing Digital

17 dez 2018
2 comentarios

Glossário de Marketing Digital: os 50 termos que deveria conhecer

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (ainda sem avaliações)
Loading...

Não faz a mínima ideia do significado de termos como CPC, CTR ou Call to Action? Devo dizer que se o seu objetivo é um dia fazer parte de um departamento de marketing digital, deveria saber o que é um Anchor Text, uma APP ou um Call to Action.

Formar parte do mundo digitalizado significa atualizar-se e não perder de vista as novas palavras que surgem com a transformação digital. Da mesma maneira

Formar parte del mundo digitalizado significa actualizarse y no perder de vista las nuevas palabras que surgen con la transformación digital. Se não, como será que teriam aparecido postos de trabalho como o de SEO ou o Analista Web? Não perca este glossário de marketing digital com as 50 palavras/termos mais utilizadas. Conhece todas?

Glossário de Marketing Digital

Marketing de Afiliação: é um dos tipos de marketing especializado na obtenção de resultados. Trata-se de um acordo realizado entre duas páginas web, em que um deles (o afiliado) se encarrega da promoção dos produtos ou serviços do outro (o anunciante), com o objetivo de encaminhar tráfego para o site do anunciante. Em troca desta promoção, o afiliado recebe comissões do anunciante.

Algoritmo: conjunto ordenado de regras ou operações estabelecidas na programação de um sistema de gestão, orientadas à obtenção de resultados pré-estabelecidos e que lhe permite encontrar uma solução para os problemas existentes. Apesar de se tratar de um mecanismo sem vontade, está a mudar o mundo digital.

Analítica Web: são as práticas relacionadas com a análise de páginas web e através das quais se obtém toda a informação relacionada com o seu meio envolvente. No mundo do marketing digital é utilizada para conhecer como se comportam os usuários e ajuda a elaborar e tomar decisões baseadas na informação obtida.

Anchor Text (textos “gancho” em SEO): é um termo muito importante no mundo SEO, já que é o linik ou hiperligação que acompanha o conteúdo de um site ou página web à qual se quer conduzir a audiência e aos motores de busca. Um termo a ter muito em conta em ações de Linkbuilding.

API: é a abreviatura em inglês para Application Programming Interfaces (Interfaces de programação de aplicações) que definem um conjunto de protocolos e ferramentas utilizados por web developers para criar programas específicos para certos sistemas operativos.

App: também conhecido como aplicação, apli ou app. É uma aplicação de software que se pode instalar num computador, tablet ou telemóvel e servem para um objetivo concreto. Existem diferentes tipos de aplicações que servem para satisfazer as necessidades de um nicho concreto de audiência. Existem aplicações de notícias, jogos, aprendizagem, saúde, etc.

B2B (Business to Business): modelo de negócio que assinala o acordo entre 2 empresas. O Marketing é uma das modalidades que o implantou como modelo de negócio nas suas estratégias.

B2C (Business To Customer): são as siglas que definem o termo “de negócio para o consumidor”. São as ações estratégicas dos negócios que se utilizam para chegar diretamente ao consumidor.

Blog: é uma página web gerida por sistemas de gestão de conteúdo, que podem ter um caracter pessoal, corporativo ou como loja online. Atualmente, são poucas as empresas que não têm um blog para se dar a conhecer ou individuais que o utilizam para gerir a sua marca pessoal.

Banner: anúncio publicitário em forma de imagem que, geralmente, se situa em alguma das margens, no meio ou em qualquer outra parte da página destinada aos ads.  

Bot (Robot de pesquisa): Robot ou programa que funciona automaticamente sem que seja necessária a intervenção humana instantânea. Na internet, referimo-nos aos bots como aquelas aplicações de software que executam tarefas automáticas. Os mais comuns são os spiders, que são os que acedem às páginas web para reunir referências de conteúdo que aparecem nos motores de busca.

Call to action (CTA – Chamada de Atenção): call to action ou chamada de atenção é uma ferramenta ou estratégia de publicidade, gráfica ou textual, que procura incitar a audiência a responder a uma ação depois de um anúncio.

Click to call: o termo em inglês traduz-se em “click para ligar”. É um sistema que se utiliza em marketing digital para chamar a atenção do consumidor a clicar num botão em específico numa página concreta e que deriva a outra página onde se realiza outra ação que, neste caso, é a de ligar ao serviço em questão ou introduzir um número de telefone .

CMS (Content Management Systems): significa gestor de conteúdos e é um software que serve para que qualquer um possa gerir os seus próprios conteúdos na internet. Exemplos de CMS são o WordPress ou o Joomla.

Cookie: as cookies são pequenos arquivos codificados, de número e letras, que se instalam no navegador para que identifiquem um navegador mas não a um usuário em concreto. Estes pequenos arquivos codificados enviam informação de ida e volta entre o navegador do computador e as páginas web visitadas. Uma cookie apenas pode ser lida e entendida pela página web que a criou.

Criatividades: são os diferentes suportes criativos que configuram uma campanha de publicidade. Podem ser imagens, vídeos, GIFs, panfletos ou qualquer outro tipo de material que acompanhe a campanha.

e-Business (Negocio electrónico): refere-se à realização de qualquer tipo de negócio através da Internet. Independentemente de se se trata de envio de informação, solicitações de e-mail ou de intercâmbio de dinheiro por produtos, se se faz através da Internet, trata-se de um negócio eletrónico ou e-Business.

e-mail Marketing: também denominado de mailing, trata-se de um e-mail redigido, desenhado e enviado por um anunciante (empresa) através de uma base de dados de um terceiro. Se deseja obter bons resultados nas suas campanhas de e-mail Marketing, trabalhe a relevância da sua mensagem, tente que seja responsive e provoque a curiosidade do recetor com o seu e-mail, a fim de conseguir o click e as conversões desejadas.

Link: conexão eletróncia entre duas páginas web. Também se denomina de hiperligação ou link dinâmico. Poderá conhecer aqui o nosso Feed de todas as notícias de Marketing Digital.

Freemium: modelo de negócio que oferece gratuitamente um serviço ou produto básico e cobra por upgrades e conteúdos adicionais. Existem vários tipos de freemium: limitado por funcionalidade, limitado por tempo, limitado por capacidade, limitado por uso, por tipo de cliente ou por anúncios. Deverá escolher um em função das suas necessidades.

Geolocalização: localização dos usuários que se determina utilizando uma direção IP ou as coordenadas GPS. Usualmente utilizada em campanhas de publicidade online para mostrar a informação ou o conteúdo que queiramos unicamente aos usuários localizados numa determinada área geográfica. Como pode comprovar, estas ações têm um fim comercial e costumam estar relacionadas com os dispositivos móveis.

GIF: formato de intercâmbio de imagens (Grpahic Interchanfe Format) que utiliza a compreensão para armazenar e mostrar imagens. Consiste no movimento de um ou vários fotogramas de cerca de 3-5 segundos de duração e que repete várias vezes.

Home page: é a página principal de entrada de uma página web.

Inbound Marketing:  estratégia de marketing orientada a que a página web do anunciante seja encontrada o mais facilmente possível. Esta técnica engloba um conjunto de procedimentos que permitem chegar aos clientes e aos potenciais clientes de forma não agressiva. O seu carácter não intrusivo é o que acrescenta valor diferencial face à publicidade tradicional.

Java: linguagem programático desenhado para criar aplicações na Internet.

KPI (Key Performance Indicator): trata-se de um indicador-chave de rendimento, utilizado para medir o nível de desempenho de um processo. Este indicador está relacionado com um objetivo pré-estabelecido e normalmente expressa-se em percentagem. Os KPIs mais utilizados no Marketing Digital costumam ser: clicks, visitas, altas em formulários, vendas, visualizações de vídeos, abertura de e-mails, retweets, regposts, entre outros.

Landing Page: é uma página web que procura vincular o usuário com a marca. Aparece devido a um convite a uma ação concreta, como fazer click num botão de uma guia, portal ou banner. É utilizada para converter os visitantes dessa página em leads.

Lead (contacto): um lead/contacto é um usuário que forneceu os seus dados a uma empresa, através do seu registo ou do download de algo em determinada página web. Por esta razão, passa ser um registo da sua base de dados e a empresa poderá interagir com ele. Obviamente, o usuário deverá aceitar a política de privacidade da empresa.

Instant Messaging: também conhecida como Instant Messaging, é o serviço de mensagens em tempo-real que se realiza através de dispositivos e no qual dois ou mais pessoas participam sem estarem conectados à internet.

Meta-tags (etiquetas): é um código html que se insere numa página web. Utiliza-se em marketing digital e sobretudo em SEO, já que ajuda a mostrar informação de referência aos motores de busca sobre o conteúdo da página e ajuda a posicioná-la.

Mobile Marketing: conjunto de técnicas para publicitar serviços e produtos através das tecnologias móveis. Através destas ferramentas, mobile advertising, SMS, MMS ou venda de conteúdos. as empresas podem personalizar a mensagem segmentada por públicos.

Naming: é o processo criativo através do qual se cria o nome de uma marca. Engloba todas as técnicas e o processo de criação de nomes para empresas, produtos ou serviços, que acabaram por se converter em marcas. A criação deste nome deve estar em consonância com os valores da organização. Este processo pode supor o êxito ou o fracasso de uma marca.

Online HD: distribuição de vídeo online em alta definição, habitualmente composto pelos standards de 720p. O número faz referência às 720 linhas horizontal de resolução de ecrã, ao passo que a letra p significa progressive scan.

Página vista (Page impression): entende-se por página vista um arquivo enviado ao usuário como resultado da petição. Também poderá ser uma métrica, páginas vistas, que abarca o número total de páginas vistas/visitadas.

Premium: conceito que se utiliza para qualificar um produto ou serviço que tem um custo que vais mais além do custo técnico necessário para desenvolver um determinado produto ou serviço. Costuma ter características especiais com uma qualidade superior à da média. Como tal, normalmente, o premium é um plus para aqueles usuários ou consumidores que pagam uma taxa adicional.

QR Code: o código QR é um código de resposta rápida e serve para armazenar informação num código de barras. É muito fácil de reconhecer, já que se caracteriza pelos três quadrados que se encontram nas esquinas e que facilitam a posição do código no leitor QR.

Realidade Aumentada (AR): é uma tecnologia que sobrepõe imagens virtuais, geradas por ordenador, sobre a realidade que vemos no mundo real. Provoca uma nova dimensão na qual se pode interactuar com todo o ambiente.

Responsive Design: o Responsive Design ou design adaptável, é uma técnica que se utiliza para ter uma mesma página web adaptada às diferentes plataformas tecnológicas: computador, tablet, smartphones, livros eletrónicos ou portáteis. Para poder adaptá-lo há que ter em conta as características concretas de cada dispositivo ,tais como o tamanho do ecrã, a resolução ou a capacidade de memória. É possível obter uma visualização ótima em qualquer dispositivo através de um bom web design.

Scroll: denomina-se scroll à deslocação ou movimento em 2D dos conteúdos que formam parte do cenário de um videojogo ou na janela em que mostra uma aplicação informática.

Spam: o spam é todo o correio eletrónico não solicitado recebido pelo usuário. O spam é enviado a milhões de contas de e-mail sem ter sido requisitado previamente. Além disso, habitualmente, a maioria destes e-mails têm uma finalidade comercial.

Taxa de conversão: a taxa de conversão é um indicador que nos fornece o tráfego de visitas que tenha gerado uma ação de marketing, baseada na taxa de clicks. Esta medida depende do objetivo de marketing que tenha uma empresa, cliente ou organização.

URL: a URL ou Uniform Resource Locator é a morada de uma página web, a qual permite aceder aos serviços e outros clientes em navegadores web.

Visita: a visita sucede quando um único usuário ou robot entra numa página, podendo ser uma ou mais vezes, durante um tempo determinado. É importante que não se confunda visita com visitante.

Visual Search: é a tendência que consiste em realizar uma pesquisa online através do carregamento de uma imagem a uma aplicação ou plataforma, com o objetivo de encontrar uma coleção de imagens com características semelhantes à consulta realizada.

Webinar: é a combinação das palavras Web e Seminar (seminário). Assim, um Webinar é um vídeo-seminário ou um vídeo-conferência online que se realiza através de um software e que permite transmitir uma aula online.

XHTML: XHTML ou Extensible Hypertag Markup Language é a linguagem que se utiliza na maioria das páginas móveis.

Yield: este conceito ou ad click rate  faz referência à percentagem de clicks contra as impressões de um ad dentro de uma página específica.

Agora que já sabe um pouco mais, quer ampliar o seu vocabulário? Gostaria de colocar em prática tudo o que aprendeu? Se gosta de marketing digital e tem uma forte capacidade de analítica web, candidate-se já à Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media aprenda com os melhores profissionais do sector.

Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media

Com esse programa você será capaz de gerenciar uma empresa digital ou direcionar sua empresa ao mundo digital

Quero saber mais!

Compartilhe e comente este post!

2 thoughts on “Glossário de Marketing Digital: os 50 termos que deveria conhecer”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG