Marketing Digital

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Marketing Digital

Marketing Digital

14 ago 2018
5 comentarios
Tags: Marketing

Quais são as oportunidades de carreira depois de trabalhar no Marketing Digital?

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (ainda sem avaliações)
Loading...

Que o mundo do Marketing Digital seja um oceano vermelho não é um mistério. E que por isso é muito importante trabalhar em nichos sem ser muito generalistas, também é assunto batido. A internet está cheia de cursos e blogs para otimizar o desempenho da sua agência ou consultoria de marketing digital.

Tem um fator, no entanto, que não é muito explorado. A pesar de ter a melhor abordagem e mais eficaz estratégia, querendo ou não, sua empresa precisa de um tempo fisiológico para começar a dar certo. Precisa errar, apanhar e aprender. Se fosse possível um caminho pulando estas etapas desconfortáveis do desenvolvimento de uma empresa, cada empresa daria certo simplesmente seguindo cursoso e dicas.

Além disso se prestar atenção, quem oferece cursos, usa sempre o argumento de te ajudar a evitar os erros que ele mesmo fez. Bom, a minha opinião pessoal é que não tem curso que possa reduzir muito aquele tempo fisiológico de mínimo 3 anos para a empresa começar a rodar de forma assertiva. Claramente estou falando de empresas que começam do zero, sem um investimento pesado por trás. No caso de grandes apoios financeiros, a abordagem seria completamente diferente.

Mas que ligação tem tudo isso com a carreira de um marketeiro digital que queira ir para otros desafios?

Bom primeiramente isso é importante porque se pensar de mudar de segmento, precisa pensar naqueles 3 anos, como mínimo de tempo de amadurecimento fisiológico. Isso significa que provavelmente vale a pena começar a considerar a carreira de forma paralela ao trabalho de Marketing Digital que você está fazendo.

Querendo ou não o marketing digital é associado muito a conceito de start-up, então provavelmente o seu próximo passo será trabalhar em uma start-up onde você parte do ‘pulo de fé’ de uma ideia em que você acredita, e durante os vários testes, se dará conta que precisará aportar várias alterações à sua ideia antes dela se tornar um projeto, um produto para o mercado.

Nem no mundo start-up, nem no mundo de Marketing Digital vale a equação linear: mais recursos = mais resultados

Então não adianta tentar acelerar o processo entupindo o primeiro tempo da start-up de recursos (tempo ou dinheiro que sejam). Sugiro começar a dedicar algumas horas por semana para estruturar o seu novo projeto na sua cabeça e depois no papel e depois na prática. Na verdade existe uma maneira de acelerar este proceso. Pegamos novamente o exemplo de uma Start-up, simplesmente como modelo de uma empresa recem nascida. Podemos identificar 3 macro-fases na vida dela:

  1. Fase da ideia
  2. Fase do protótipo – projeto
  3. Fase do mercado

No parágrafo anterior consideramos a possibilidade de você começar a desenvolver uma ideia de projeto, que possa complementar com sua experiência e conhecimento de marketing digital. No entanto uma possibilidade de acelerar o processo do sucesso, pode ser de partir da fase do protótipo-projeto em vez da fase da ideia. Na fase de protótipo existe já um produto para testar o mercado e ver se funciona. Não precisa ser algo que vem de uma sua ideia pessoal, pode ser na base de uma parceria com alguém que já tem este produto. Claramente ideal seria que fosse de um segmento onde você tenha um mínimo de conhecimento.

Por exemplo, imagine que você é amante e conhecidor de música e conhece alguém que tem uma produtora de eventos musicais, que já tem um bom retorno sem usar ainda a internet. Mas ele sabe que com a ajuda da internet dará bem mais certo. E imagine que você concorde que o mundo digital irá ajudar a alavancar a produtora. No entanto, este seu amigo tem recursos para fazer um trabalho completo de Marketing Digital ou para pagar uma agência externa. Mas você gosta de música e acha que vai dar certo. Então o que você pode fazer é entrar na sociedade com este seu colega, assumindo o marketing digital da produtora.

Neste primeiro momento não precisa largar a sua empresa de Marketing Digital, você pode trazer o projeto para dentro da agência. Podemos dizer que sua agência possa incubar a empresa. Mesmo no caso que a agência não seja sua, o seu conhecimento de marketing digital fica. Você pode dedicar à nova empresa uma 2-3 horas por semana, talvez nas horas livres para começar. Neste caso é muito importante que fiquem definidas com seu colega, tanto as responsabilidades, quanto as tarefas de cada um. Pois a final de conta o tempo é o nosso principal recurso, muito mais do que o nosso conhecimento. Quanto maior o seu conhecimento, maior o valor da sua hora, mas sempre de muitas horas de trabalho estamos falando.

Como saber quando chegou o momento de se dedicar completamente à nova empresa?

Com o tempo, se as coisas da nova empresa começarem a funcionar, ela vai começar a conseguir novos clientes via internet, precisar de um trabalho mais holístico de posicionamento de marca, etc. Praticamente vai precisar de mais do seu tempo. Olhando de forma macro a sua situação, a conta de padeiro é sempre a solução certa. Normalmente quando você ou algum seu colaborador está gastando 20% ou mais do próprio tempo sobre uma tarefa, vale a pena começar a pensar a alguém que seja especializado naquila tarefa. Seja o mesmo colega ou outro que você pode identificar ou contratar. Mesma coisa vale com você, quando você chegar ao ponto em que esta nova empresa esteja chegando a tomar 20% do seu tempo, ai precisa sentar e analizar a situação para tomar uma decisão. Existem 2 cenários possíveis:

  1. O trabalho feito não está atingindo os resultados esperados. Neste caso não justifica se dedicar em tempo integrar à nova empresa, pois o ROI de empresa será negativo ou menor do que o da agência. Precisa reavaliar as horas gastas no projeto da nova empresa e assim tentar otimizá-las até chegar a usar no máximo 20% do seu tempo de trabalho;
  2. O trabalho está dando resultados. Aqui você pode começar a pensar se vale a pena ou não começar a focar na nova empresa e sair da agência.

Neste segundo caso outra opção seria ficar com a nova empresa ou a agência e trabalhar na outra como supervisor, contratando alguém que possa tocar a parte operacional de uma, da outra ou de ambas, e você fica controlando que os processos funcionem.

Conclusão

Caso tenha experiência em Marketing Digital e esteja pensando em mudar de carreira, este seu conhecimento pode abrir muitas porta, ainda mais hoje em dia em que muitas empresas estão sempre mais internalizando os recursos de Marketing Digital. Você deveria aproveitar ao máximo este seu know-how digital para o novo negócio que vai tocar. Por isso que sugiro que até quando não tiver certeza que o novo negócio funcione, seria melhor começar a tocá-lo em paralelo com a sua agência de Maketing Digital, talvez em um projeto de incubação.

E você? Tem uma experiência diferente que gostaria de compartilhar ou gostaria de tirar algumas dúvidas ou simplesmente opinar? Deixe um comentário aqui em baixo.

Pós-graduação em Marketing Digital e Social Media

Aprenda a planejar e administrar estratégias nas redes sociais para desenvolver a sua empresa

Quero saber mais!

Compartilhe e comente este post!

5 thoughts on “Quais são as oportunidades de carreira depois de trabalhar no Marketing Digital?”

  1. Que legal, adorei seu artigo. Comecei a trabalhar com marketing digital há alguns meses, mas estas informações abriram um pouco mais a minha mente. Obrigada!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG