Marketing Digital

Tendências, novidades, notícias e dicas do mundo do Marketing Digital

Marketing Digital

25 mar 2019
3 comentarios

Tendências de Growth Hacking e Marketing Lean para 2019

1 estrela2 estrelas3 estrelas4 estrelas5 estrelas (Média: 5,00 de 5)
Loading...

A filosofia do Growth Hacking é baseada em uma ideia básica: crescer aplicando estratégias que combinam criatividade, análise de dados, anúncios digitais e SEO. Ações como trocar dados de marketing para gerar retargeting ou empregar chatbots são uma das muitas tendências do Growth Hacking que você pode descobrir neste post. 

Índice do conteúdo:

No cenário tecnológico em que vivemos, a concorrência continua a crescer e os perfis digitais são mais procurados do que nunca. Para fazer parte do novo mundo dos negócios que está prestes a chegar, ou damos um passo à frente ou ficamos de fora.

Para que isso não aconteça, trazemos para você o Growth Hacking Trends 2019 de especialistas e palestrantes do IEBS.

Por que o Growth Hacking está crescendo tão rápido?

No passado, o Growth Hacking Trends já comentava que o principal motivo era que as estratégias de crescimento continuavam sendo, e cada vez mais, o foco da maioria dos negócios digitais. O que leva a uma área como o Growth Hacking a se tornar um recurso muito valioso para as empresas.

Você sabia que empresas como Instagram, Facebook, Twitter ou Dropbox eram startups que dependiam do Growth Hackers para implementar campanhas mais eficazes? E qual foi o resultado? De startups a empresas bilionárias.

Se você quer se desenvolver como Growth Hacker, você deve estar atualizado com todas as notícias que estão aparecendo no setor. Tome nota dos que estão prestes a atingir este 2019!

Tendências Growth Hacking para 2019

# 1 O analista de SEO

O SEO é uma das disciplinas que mais mudou nos últimos anos. Segundo Carlos Giacomelli, o Google continuará com a tendência de “brincar” com a figura do SEO. Este mecanismo de busca reconheceu que todos os dias faz mudanças nas SERPs, com mais de 500 mudanças diárias em seus algoritmos. O principal problema é que você não pode ignorar os resultados orgânicos, mas é isso que você está tentando fazer.

Tudo isso faz com que, nos SERPs, muitos anúncios apareçam primeiro e, depois, o conteúdo ou os resultados de interesse, e muito abaixo, os resultados orgânicos. Uma das perguntas que nos fazemos é: a SEO morrerá em 2019?

Giacomelli explica que “não, o SEO nunca diz respeito morte, mas você deve mudar a maneira de agir e pensar. Os próximos anos, na minha opinião, serão do analista SEO.” Efetivamente, esta tendência começou em 2018 e continuará ao longo de 2019.

Mas o que é analista de SEO? Devemos deixar claro que o que nos ajuda a posicionar um site é a qualidade das sessões orgânicas, portanto, é necessário motivar o usuário a entrar e permanecer. Neste caso, o analista de SEO não terá mais que olhar para as palavras-chave, mas sim para longtails e intenção de busca. Giacomelli acrescenta que “para um usuário ficar, o estado de saúde do site deve ser analisado em profundidade. Ao cruzar os dados do Search Console e do Google Analytics, podemos extrair uma lista dos URLs mais poderosos e dos URLs que podem se tornar. Depois de extrairmos os dois dados, devemos pensar em como conseguir que os poderosos ajudem aqueles que não são”.

Portanto, como apontado por Giacomelli no ano passado, o SEO deve focar na linkbuilding, já que terá que ver como se relacionar com os outros de forma natural, modificações de conteúdo, análise de linkjuice, entre outras tarefas. Em suma, para 2019 continuamos com a necessidade de um SEO mais transversal.

# 2 O vídeo continua na liderança

O vídeo é, sem dúvida, o formato que está sendo mais reinventado e que os consumidores mais exigem. Marcos Herrera nas tendências passadas do Growth Hacking falou sobre plataformas de transmissão de vídeo, como o Periscope ou o Facebook Live, atraindo cada vez mais usuários de streamers; uma comunidade de usuários adeptos a esses canais que continua crescendo.

Atualmente, consumimos mais vídeos do que nunca, seja no computador, celular ou tablet. Há cada vez mais ferramentas para a difusão de campanhas através de vídeos, por exemplo, no Facebook ou no Instagram.

Eva Rodríguez explica que isso ocorre porque “os vídeos geram empatia, nos permitem transmitir emoções com mais facilidade e com eles podemos resumir a essência de nossa marca ou mostrar como um produto é usado. É por isso que o vídeo é um dos melhores suportes para crescer”.

O sucesso do Inbound Marketing cairá na habilidade ao criar conteúdo em formato audiovisual. Ele será bem-sucedido enquanto conseguir captar a atenção do cliente com: conteúdo curto, acessível tanto em dispositivos móveis quanto em tablets e computadores, e que pode consumi-lo onde quer que ele esteja.

#3 Chatbots e Inteligência Artificial

A análise de dados, para tirar conclusões e executar estratégias de marketing projetadas exclusivamente para o usuário, e a Inteligência Artificial continuarão a ter muito peso neste ano.

Segundo Óscar Fuente, um dos precursores do Growth Hacking na Espanha, uma das tendências será a troca de pixels e dados. Fonte explica que “os dados de marketing para retargeting cobram mais e mais valor e podem ser comercializados com ele e trocar e comprar dados e pixels”.

A automação não pára de evoluir, mas sempre tenta manter esse componente humano que os usuários preferem continuar percebendo. Os chatbots são sistemas projetados com inteligência artificial para simular conversação humana autonomamente. Herrera comentou que a era da automação no atendimento ao cliente representa grandes oportunidades para o comércio eletrônico.

Chatbots estão se tornando mais comuns e em 2019 será, sem dúvida, uma tendência que vai se estabelecer e triunfar. O chatbot permite atender a todos os usuários a qualquer hora do dia, todos os dias do ano. O usuário sempre terá a resposta para as dúvidas de comprar os produtos. Assim, o bot receberá clientes quando ninguém mais estiver trabalhando.

Marcos Luque, assim como Herrera , acredita que os chatbots serão uma tendência muito poderosa para este 2019, já que estão em plena expansão. Além disso, fornecem inúmeras utilidades para o dia a dia das empresas, facilitando assim seu trabalho, como por exemplo; atendimento ao cliente, levantamento de chatbot tipo de captação de leads, entre outros.

De acordo com Luque , “eles são a versão instantânea dos fluxos de trabalho automatizados que são normalmente usados ​​em estratégias de entrada.”

# 4 Conteúdo permanece fundamental

Ao longo dos anos, o consumidor se torna um pilar central na gestão e tomada de decisões das empresas. Uma das tendências presentes nos últimos anos foi a ideia de conteúdo adaptativo que, como Herrera comentou sobre as tendências do Growth Hacking 2018, deve responder ao comportamento do usuário em nosso site. Ele acrescenta que “não é mais suficiente alterar e modificar o conteúdo do mesmo pouso, dependendo do IP ou da cidade do usuário, ou adicionando uma intenção de saída para evitar sua tentativa de fuga”.

A questão permanece constante em 2019, o que procuramos na internet? Sem dúvida, informação. É por esse motivo que, como diz Rodriguez , o conteúdo continua sendo uma etapa fundamental de uma estratégia de crescimento. Acrescenta ainda que “uma marca que gera conteúdo útil poderá se posicionar em buscas, gerará confiança no leitor e se posicionará como um especialista no assunto”.

Além disso, também explica que, para atrair tráfego, você precisará de um “bom conteúdo que facilite a captura de leads qualificados, que podemos otimizar com ferramentas de coleta de dados”.

Podemos coletar esses dados com ferramentas como a Sumome (ideal para blogs, ou através de leads que teremos obtido após integrar um CRM como o Salesforce ou gerar campanhas de recrutamento em redes sociais.

# 5 Novos formatos de publicidade ligados a integrações

Especialistas já comentaram que o consumidor está cada vez mais no centro da gestão de negócios. Portanto, a publicidade nativa também está crescendo exponencialmente. A conversão de mensagens publicitárias em conteúdo valioso para os usuários é uma tendência que continuará aumentando a interação com os consumidores.

Como tendência para este ano de 2019, Marcos Luque acredita que os formatos de publicidade existentes continuarão a nos surpreender, como o Facebook Leads Ads e o LinkedIn Gen Forms.

O especialista em Inbound Marketing diz que atualmente esses formatos têm a desvantagem de que, muitas vezes, os próprios usuários estão cientes de que estão fornecendo seus dados, portanto, se estes forem posteriormente gerenciados pelo departamento comercial, eles podem acusar os responsáveis ​​pelo Marketing, que não são qualificados.

Ele acrescenta que “o objetivo deve ser por parte dessas plataformas, para aumentar a conscientização, e por parte dos profissionais de marketing para combinar essas campanhas com integrações, por exemplo, HubSpot, que permite que você eduque o usuário via e-mail dizendo que é o que realmente tem solicitado, bem como informá-lo antes da chamada comercial”.

#Viral Loop: os clientes também vendem

Essa tendência é que os usuários atraiam novas pessoas para o consumo dos produtos das empresas. Como? Oferecendo algum tipo de benefício ou recompensa para aqueles que recomendam a empresa entre seus amigos e familiares. O Dropbox é um exemplo claro de como essa tendência atinge um crescimento incrível no curto prazo.

Cada vez que um usuário da plataforma recomenda o serviço para um amigo, o Dropbox expande o espaço de armazenamento. Os resultados falam por si: o número de usuários registrados aumentou de 100.000 para 4 milhões em 15 meses. Essa forma de ampliar a carteira de clientes estará muito presente nas empresas de 2019.

#Ação com influenciadores

Influenciadores estão cada vez mais presentes nas campanhas de marketing das empresas. O boom de patrocínio com estes, sem dúvida, aumentará em 2019. As marcas viram que a influência na Internet pode trazer benefícios maiores do que os influenciadores off-line. Isso tem muito a ver com a ascensão de opiniões e portais de opinião e recomendações online. O usuário quer que uma pessoa como ele recomende os produtos.

Realizar patrocínios pela empresa será um sucesso. Em 2019, veremos como os microinfluenciadores terão mais destaque no mercado, uma vez que proporcionarão oportunidades de visibilidade específica para muitas marcas com alto grau de engajamento.

Ferramentas de Growth Hacking para 2019

Marcos Herrera e Eva Rodríguez  recomendam ferramentas de Growth Hacking que serão fundamentais para este 2019. Aqui você tem uma lista com as mais importantes:

Colibri

Esta ferramenta é usada para fazer uma análise básica de SEO. Pesquise sistematicamente em redes e blogs através de palavras-chave, para interagir com outros usuários. Também com blogueiros que são influenciadores em um setor.

Sumo

Isso nos ajudará a saber quais são as páginas de maior sucesso nas redes sociais. Também quais páginas estão sendo mais bem sucedidas de acordo com as palavras-chave.

KissMetrics

Esta ferramenta permite monitorar o comportamento do cliente, combinando-o com segmentação e envio automatizado.

Olark

Além de conversar on-line com nossos usuários, também podemos saber quem está conectado, quais páginas estão assistindo e conversar com ele de maneira proativa.

Ágil

Graças a esta ferramenta, podemos gerenciar as relações com todos os nossos contatos, uma vez que nos permite agrupá-los, sejam eles Twitter, LinkedIn, e-mail, Facebook, etc.

SpyFu

Esta ferramenta analisa a concorrência, bem como oferece ferramentas para SEO, PPC e palavras-chave. É importante saber analisar a competência para agir rapidamente e identificar boas práticas.

HotJar

Essa ferramenta, além de acompanhar seus clientes, também facilita a identificação de usuários em potencial. Ele inclui vários aplicativos para fazer pesquisas, enquetes, fazer com que os usuários testem seu site, mapas de calor.

Não fique fora do mercado de trabalho e obtenha uma Pós-graduação em Analítica Web da IEBS, com a qual você descobrirá e analisará dados para entender como criar mecanismos de crescimento para empresas.

Pós-graduação em Analítica Web

Torne-se um especialista de marketing mensurando resultados com eficiência

Quero saber mais!

Compartilhe e comente este post!

3 thoughts on “Tendências de Growth Hacking e Marketing Lean para 2019”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG