Criação de empresas

Tendencias, novedades, noticias y tips del mundo de Criação de empresas

Criação de empresas

11 abr 2019
Seja o primeiro em comentar

10 ideias de negócios rentáveis ​​e dicas para realizá-las

1 Star2 Stars3 Stars4 Stars5 Stars (2 votes, average: 5,00 out of 5)
Loading...

Quem nunca sonhou em se tornar seu próprio patrão? Mas empreender e começar um negócio requer uma boa ideia que possa ser realizada dentro do contexto em que vivemos. No artigo a seguir, informamos 10 ideias de negócios rentáveis ​​que estão atualizadas no mercado.

Os últimos anos de crise econômica, embora pareçam contraditórios, encorajaram muitas pessoas a criar seu próprio futuro na ausência de oportunidades em outras empresas. Talvez você também queira tentar a sua sorte e começar sua aventura. Veja estas  10 ideias de negócios que respondem às tendências do mercado, para ter uma visão dos setores com maior potencial de crescimento.

Familiarize-se com o mercado e conheça as oportunidades que você pode encontrar ao longo do caminho, isso é a chave para ir com mais segurança para a nova rota que você deseja realizar. É essencial, em todo caso, que você faça um estudo da situação; concorrência, custos e possíveis benefícios e demanda. Pense que existem muitas empresas que ficam no meio do caminho, então arme-se com valor e obtenha informações.

Ideias de negócios rentáveis ​​e dicas para realizá-las


1 # Comida de qualidade; ou melhor, caseira

Fast food é um estilo de vida que não podemos mais fugir. É a resposta à dinâmica de trabalho e ao ritmo de vida que foi criado, especialmente nas grandes cidades, na última década. No entanto, o fast food não precisa mais ser associado à junk food. É por isso que as lojas que oferecem comida preparada de qualidade, pratos que cozinharíamos em casa se tivéssemos tempo, são cada vez mais apreciadas pelos consumidores. A ideia é vender a comida para tirar ou criar um pequeno espaço no local onde os clientes podem comer.

A despesa em serviço é mínima: não há garçons, a comida é retirada das geladeiras ou servida no balcão, os clientes fazem uma fila única e levam o produto para o trabalho, para casa ou para comer no espaço reservado a loja. É essencial fornecer ao cliente um microondas se você não vender alimentos quentes.

A chave para o sucesso dessas empresas é cuidar da imagem; dar confiança e não reduzi-los para um serviço de fastfood estilo tradicional americano, mas cuidar da apresentação dos alimentos e permitir o acesso fácil e rápido para o processo de compra. Você também deve procurar lugares cercados por locais de trabalho e de vida, ou seja, que todos os seus clientes em potencial estejam ao seu redor, que eles não procurem por você, mas que eles o encontrem.

Você também pode procurar um lugar em uma área de comércio local. Coloque-se na mente do comprador; Se você fosse fazer compras para a semana no bairro e visse uma loja de alimentos a caminho de suas lojas habituais, facilmente se tornaria uma loja onde você pode parar e comprar; fácil de obter e com opções práticas de compra e produtos de qualidade que poupam muito tempo de cozimento para o resto da semana.

2 # Lojas online, Inspiração Modcloth

A Modcloth é uma loja de roupas online que começou a vender nos Estados Unidos e agora faz entregas para a maioria dos países do mundo. Sua criadora, Susan Gregg, é apaixonada por roupas vintage e estilo retrô. Sua ideia surgiu de uma necessidade que ela mesma tinha: encontrar o estilo de roupa que ela gostava era muito difícil, ela teve que  buscar lojas em várias áreas da cidade, ou até mesmo de cidades diferentes para encontrar a peça que ele gostava. Com a Modcloth, ela criou uma loja on-line na qual coletou cuidadosamente todas as peças que encontrou, de diferentes designers e marcas, que respondiam ao estilo vintage que procurava. Ao longo do tempo, acumulou experiência e contatos para obter um catálogo de roupas que renova a cada temporada.

A principal característica da Modcloth é que eles não vendem produtos de design original, mas acumulam peças de vestuário, calçados e acessórios, de designers de todo o mundo, com uma característica única em comum: a estética e o estilo das roupas. A Modcloth não relata a marca que você está comprando na loja, portanto, se você não a possui, não sabe que a marca que está comprando não é a Modcloth, mas a Modcloth só serve como distribuidora.

Esta empresa gera lucros de 100 milhões de dólares por ano servindo apenas como um canal de distribuição entre designers e consumidores. Sua chave para o sucesso é a especialização, colocando algo que está em demanda, mas cuja oferta é dispersa e difícil de encontrar, para que se torne algo simples e rápido de adquirir. Além disso, eles cuidaram muito da imagem e do sentido da Web, fazendo da Modcloth uma loja única e uma marca própria e não apenas como uma distribuidora. Ela acumulou muita presença em blogs de moda e se tornou uma fonte de inspiração para designers, construindo uma comunidade na rede que lhe deu mais fama do que as marcas que ele vende.

Este exemplo deve servir de inspiração para responder às demandas existentes em seu país ou cidade; aplicar a ideia de distribuição com este novo perfil mais personalizado e exclusivo faria você se destacar do resto.

3 # Venda de produtos frescos de produção própria

O objetivo deste tipo de negócio é oferecer uma dieta saudável e equilibrada que recupere a essência de suas origens. A ideia funciona melhor em áreas da cidade onde os frutos da terra que não passaram pela produção industrial são cada vez mais difíceis de encontrar. Alguns exemplos em que você pode se inspirar são a Casa Ametller, que cresceu muito na última década na Catalunha, ou Armengol Farm, uma loja onde vendem produtos lácteos naturais e frescos de sua própria produção. É muito comum ver essas lojas cheias de pessoas e até mesmo vê-las enfrentando problemas de estoque porque não conseguem lidar com a demanda que têm.

O investimento para uma dessas empresas pode variar dependendo de como você se aproxima. Por exemplo: se você conhece uma fazenda ou empresa de produção que só tem serviços locais em cidades ou áreas próximas de onde produz, você pode se oferecer para assumir a distribuição nas lojas para a cidade. Você deve avaliar o nível de produção que pode ser assumido e se um investimento neste aspecto seria necessário, para cobrir a demanda de uma cidade maior. A outra opção é criar sua própria empresa de produção, embora isso exija uma pesquisa e um estudo do mercado agrícola e de certos conhecimentos relacionados. Não há nada que com uma boa equipe, treinada e disposta, não possa ser feito.

Quando se trata de localizar sua loja, é importante estar em uma área com fluxo de tráfego. Não precisa ser muito grande necessariamente, nem precisa ser muito caro. É aconselhável estar em bairros onde é feita a atividade comercial do dia-a-dia, próximo a padarias, quitandas, supermercados, etc.

Cada vez mais, as pessoas começam a apreciar alimentos que passaram por um processo de elaboração natural. O principal incentivo para comprar esses produtos é que, se forem bem cultivados ou produzidos, o sabor e a segurança alimentar farão a diferença. A desvantagem; seu preço. Até agora essas lojas tiveram preços que não conseguem competir com as grandes produções dos supermercados. No entanto, a imagem cada vez mais frequente de filas de pessoas e falta de estoque em lojas desse tipo nos mostra que é uma tendência crescente; as pessoas procuram qualidade nos alimentos.

4 # Vender artigos em segunda mão

A chave para esses negócios é acumular um estoque e expô-lo como se fosse um novo produto, isto é, não aceite qualquer tipo de artigo ou o exiba de qualquer maneira na loja, porque pode não ser vendido e afugentará seus clientes. Por exemplo: se como cliente, eu entro em um brechó pensando em comprar uma televisão e vejo uma fileira de televisores do ano em que minha avó ou minha mãe nasceu; com a bunda da tela enorme, que não tem entradas de conexão para metade dos aparelhos que eu uso, como DVD ou TV a cabo, não vou me interessar em comprar mesmo que seja barato, porque não é prático para minhas necessidades. É preferível vender televisores com 5 ou 7 anos, então eu compraria, já que uma TV similar em primeira mão me custaria o dobro ou mais.

Um dos problemas que acompanham esse negócio é o controle de práticas ilegais pela polícia. Estas empresas dão origem à possibilidade de vender produtos que foram roubados. É por isso que é importante manter a nota fiscal do produto ou outro documento similar do antigo dono.

Uma boa ideia para obter ações para sua loja seria entrar em contato com anunciantes de páginas como OLX ou MercadoLivre e oferecer a exibição dos produtos que deseja vender em troca de uma porcentagem do valor total da venda. Se a pessoa que vende o produto está em uma cidade distante ou com pouca comunicação, vai ser muito difícil para vender on-line e você pode oferecer uma vitrine em uma localização mais central e interessante. É uma maneira de procurar o estoque em vez de esperar que ele chegue até você.

5 # Franquias

Ter uma franquia é um passo com algo menos arriscado, já que você tem a vantagem de abrir uma empresa que já tem uma reputação, que é mais fácil de começar a gerar vendas e lucros rapidamente. Além disso, para comprar uma marca não é necessário fazer um investimento exorbitante no início do negócio, existem diferentes alternativas de financiamento e, mais importante, em muitos casos a marca lhe oferece capital inicial. Por outro lado, a mais clara desvantagem é que você não tem total liberdade em como organizar o negócio. Haverá orientações que a marca em questão lhe pedirá para seguir, especialmente em relação à imagem da empresa.

6# Apoios para freelancers

Como mencionamos no início, cada vez mais trabalhadores são encorajados a trabalhar remotamente. Talvez você saiba muito sobre o assunto e pense que pode apoiar esse tipo de trabalhadores com orientação, cobertura legal ou fornecendo informações sobre coworkings ou ofertas de clientes.

7 # Consultores jurídicos em interações digitais

Outro setor que está crescendo muito é a tecnologia legal devido ao número de empresas digitais que estão crescendo a um ritmo incontrolável e precisam de tecnologias, softwares e assessoria jurídica.

Se você é especializado no setor jurídico, uma de suas oportunidades de ser seu próprio patrão é o de aconselhar empresas digitais ou de e-commerce e ajudar a resolver tais questões como o direito na Internet, comunicações, processamento de dados e outros mais gerais como contratação civil/ou mercantil, condições gerais, incorporação de empresas ou qualquer aspecto legal.

8# Organizar free tours

O turismo é hoje um dos setores mais rentáveis, segundo o último relatório do World Travel & Tourism Council, o turismo representa 10,4% do PIB mundial. Também é uma grande oportunidade se você conhece a cidade onde mora e sabe como lidar com outras línguas.

Um “free tour” não é a típica visita guiada tradicional. Você organiza um tour pela cidade e, no final da visita, o viajante decide o preço do passeio. O ideal é reunir um grupo mínimo de 10 a 15 pessoas e organizar uma excursão de uma hora e meia e por diferentes áreas de interesse turístico da cidade.

É claro que você deve preparar a visita, documentar e torná-la agradável para que ela seja bem-sucedida, mas se você for apaixonado pelo seu trabalho, saberá como dar aquele toque único e infectar o viajante.

Para que você saiba, existem várias plataformas, como meetup, onde você pode segmentar por interesses e locais ou airbnb, que agora permite que você reserve experiências e permita a mesma segmentação ou redes sociais.

9 # Comida criativa

Para muitas pessoas, cozinhar é uma paixão, como falamos antes. Nos últimos anos, vários influenciadores do setor surgiram, o que tornou deliciosos biscoitos, hamburguers, doces ou bolos conhecidos.

É um negócio rentável, porque você pode começar em casa e se você é apaixonado você pode fazê-lo no seu tempo livre como complemento. O melhor conselho para começar é pesquisar o possível mercado que você tem ao seu redor e criar uma marca pessoal em torno do que você cria.

Um elemento que você deve levar em conta para garantir os lucros é garantir que o preço que você coloca em seus produtos excede os custos de produção. A maneira de anunciar pode ser de boca em boca, páginas de anúncios ou redes sociais, se você dedicar tempo e paixão para a apresentação, você verá como os pedidos virão pouco a pouco.

10# Planejador de casamentos

Não é um segredo, os casamentos são um negócio que movimenta muito dinheiro. Nos últimos anos, o papel do planejador do casamento ou do planejador do casamento tornou-se popular. Se você é uma pessoa organizada que é apaixonada por este setor, pode ser uma ótima saída profissional.

Seu trabalho é compreender as necessidades dos casais que querem se casar e criar um planejamento para o grande dia, por isso deve coletar vários orçamentos, programas e agendar todas as ações relacionadas com o casamento (de teste de vestidos, montagem do evento, etc) e focar a cerimônia de acordo com o seu gosto.

Para começar, você não precisa de nenhum treinamento específico para se dedicar a ele, mas é necessário treinar com workshops, reuniões ou eventos e estar nas últimas tendências do setor e conhecer o protocolo deste tipo de eventos.

Esperamos que essas idéias tenham inspirado um pouco o caminho para o empreendedorismo. Não esqueça que o importante é começar algo que você sabe que vai colocar paixão e não apenas esforço

Se você quer se especializar em empreendedorismo digital, não hesite em fazê-lo com os melhores profissionais. Na IEBS, conheça o MBA em Empreendedorismo Digital e aprenda as habilidades para desenvolver um negócio bem sucedido. Junte-se à mudança digital!

MBA em Empreendedorismo Digital

Aproveite a tecnologia e a inovação para impulsionar negócios

Tenho interesse!

Compartilhe e comente este post!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Captcha loading...

IEBS NAS REDES

PRÓXIMOS EVENTOS

BUSCAR NO BLOG